Seja bem vindo ao Olympic Chronicles! O fórum baseado na série Percy Jackson e os Olimpianos, de Rick Riordan.
 
InícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
About

E se os deuses do Olimpo estivessem vivos em pleno século XXI? E se eles ainda se apaixonassem por mortais e tivessem filhos que pudessem se tornar heróis? Segundo a lenda da Antigüidade, a maior parte deles, marcados pelo destino, dificilmente passam da adolescência. Poucos conseguem descobrir sua identidade. Os que realizam essa "façanha", por sua vez, são mandados para um lugar especial: O Acampamento Meio-Sangue, um campo de treinamento, o lugar mais seguro para uma criança semi-deusa, .
Ou pelo menos era, até Cronos começar a planejar sua volta.
O Titã está recrutando novos montros, colocando o mundo em perigo. A profecia está prestes à se cumprir, e Cronos tem um trunfo - ou finge ter - em seu poder : A Caixa de Pandora, feita por Hefesto, e que contém todos os males do mundo.

Escolhas serão feitas, partidos serão tomados. E, o mais importante: a profecia será realizada. 

Melhor visualizado em Internet Explorer

Staff

Ayla

Karol

Luisa
Spotlight

Boy
Boy- noname
lololol


Girl
Girl- noname
lololol


Couple
Couple- noname
lololol


RP
RP- noname
lololol


Post
Post- noname
lololol


Player
Player- noname
lololol
Partners

Para se tornarnosso parceiro, logue coma conta Parcerias e a senha partners, e envie uma MP para Chaos com o button e o link do seu fórum, além de seu MSN. Entraremos em contato.





Fórum CentralAvalonPrisma - a Hogwarts RPG

Compartilhe | 
 

 James Parker - Athena's

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Chaos
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 176
Data de inscrição : 17/03/2009

MensagemAssunto: James Parker - Athena''s   Qui Maio 21, 2009 9:47 pm

Dados do Player

Nome do player: Gabriel.
Idade: 11.
Personagens (cite, inclusive, suas espécies):Nenhum.

Dados do Personagem:

Nome: James Parker.
Data de Nascimento: 14/12/1992
Idade: 16.
Local de Nascimento: Washington, D.C., Estados Unidos da América.
Filiação (pai ou mãe olimpiano): Atena.
Características Psicológicas: Inteligente, perspicaz, determinado, charmoso, elegante, corajoso, líder-nato, criativo e justo.
Características Físicas: Cabelo bagunçado com franja caindo nos olhos, cabelo loiro escuro com tons de ruivo claro. Olhos castanhos. Magro, atlético e com estatura mediana para sua idade. Pele clara.
Artista Utilizado: Thomas Sangster.
Breve introdução a Biografia:
Meu pai é advogado, minha mãe: Deusa. Isso mesmo, Deusa, da Sabedoria aliás. Eu vivia em Washington, com meu pai apenas, em uma casa enorme, com um chão todo de mármore, vidraças imensas é um belo jardim de oliveiras. O jardim era cheio de corujas. Sem dúvida meu pai queria me contar minha verdadeira identidade, indiretamente é claro. Mas uma coisa dessas eu nunca imaginara. Um passado que começara na cabeça do Deus dos Deuses em meio a guerra, que passara pela cidade-irmã de Washington, Atenas. Que passou por Roma, pelo Edifício Empire State até chegar a um jovem estudante de direito apaixonado, que teve um filho. Porém a resposta de todas as coisas estranhas da minha vida, como quando eu ficava com as corujas conversando... Não veio em um passe de mágica, tudo começou num dia chuvoso de Outubro...

BIOGRAFIA

Eu e Jaden estávamos silenciosos. Meu pai ao nosso lado, também quieto. Nossa TV 56"" polegadas tinha uma imagem ótima, mas mesmo assim não piscávamos. O Raymond James Stadium lotado de fãs com a cara pintada e dedões de espuma sacudindo as arquibancadas. Era o Super Bowl 2009. Pittsburgh Steelers contra o Arizona Cardinals. Emocionante. Olhei para meu pai, ele sorria. Meu pai é muito parecido comigo, loiro, com franja, olhos castanhos, atlético, mas seu sorriso é mais contagiante. Acha que isso é um bom truque para conquistar o voto do júri, por isso resolveu ser advogado. Meu pai gritou interrompendo o silêncio, o jogo acabara 27 para Pittsburgh Steelers e 23 para o Arizona Cardinals. Eu gritei junto a ele e nos abraçamos. Olhei para Jaden e nos saudamos batendo as mãos. Jaden era meu melhor amigo. Ele entrou na escola esse ano letivo e quis ser meu amigo a partir daí. Uma amizade repentina que só depois eu compreendi. Ele é baixinho e magrelo. Sua pele é muito clara, seus cabelos são loiros muito claros e seus olhos são da mesma cor indefinida, uma espécie de amarelo bem claro com um pouco de caramelo. Ele SEMPRE está de calça moletom, tênis de skate enormes, casacos de times de basquete e um boné de um laranja-choque bizarro. Olhei pela janela, chovia muito lá fora, as corujas no único trecho onde a chuva não alcança no jardim. Desci a imensa escada de mármore da minha casa correndo, destranquei a porta da frente e cheguei ao jardim dianteiro da casa. Em poucos segundos minha camiseta do Pittsburgh Steelers ficou ensopada. Olhei para a rua e gritei o nome do time para quem quisesse ouvir, estava feliz demais para pensar que muitos vizinhos poderiam estar fazendo outras coisas e me grito atrapalha-se ou chamasse atenção (só não sei por que não estavam assistindo o Super Bowl, mas do mesmo jeito). Meu grande errro. Ficar assim tão despreocupado, com um grito. Mas o problema não foi apenas o grito, foi cheiro. Tudo bem eu levantei os braços suados para comemorar, mas não foi daí que eles sentiram o cheiro, também, mas foi de tudo. Tudo mesmo, cada milímetro do meu corpo chegava com diferentes odores às ventas do monstro. Em uma questão de segundos vinha correndo em minha direção um bicho enorme, não exatamente um bicho. Corpo de leão, uma cauda cheia de espinhos com um ferrão na ponta e grandes asas parecendo a de morcegos. Com certeza não era um bicho. E o mais estranho era que envolto a uma juba parafinada o rosto era de um homem. Me lembrava um surfista o que combinava com a juba loira. Era todo bronzeado, tinha olhos azuis e orelhas pontudas, mas na boca tinha três fileiras de dentes. Vi que Jaden estava abrindo a porta da casa para vir me socorrer. O que era aquilo, um surto de coragem? Ele era sempre muito preocupado com pequenos detalhes que lhe assombravam e quando aparece um monstro estranho ele age como se aquilo fosse normal e inofensivo para ele e um perigo mortal para mim? Do mesmo jeito agradeci ao destino por ele ter aparecido, porque pelo jeito ele tinha uma solução. Correu desajeitado em minha direção. Porém o monstro era mais rápida e nem adiantava eu correr para me proteger. Sabia que ele me caçaria até o fim e ela era mais rápida que eu. Eu só lembrava de uma criatura daquelas de um lugar, do livro “Mitologia Grega: Séculos de Tradição” que papai tinha na biblioteca dele. Não podia ser uma Mantícora, afinal elas não existem, mas isso era só o que eu pensava. Estava paralisado de medo. Quando ela ia me atacar, seus dentes já preparados para uma mordida, ela explodiu em uma poeira esverdeada que sujou o jardim e a calçada. Vi que Jaden havia esfaqueado-a com um mini-punhal de bronze. Meu pai chegou ao jardim com uma maleta de couro preto que ele adorava. Jaden agarrou a mala quando meu pai a arremessou tirou uma moeda esquisita do bolso tacou na rua e pronunciou algo em uma língua estranha: “Stêthi, ô hárma diabolês!” que não sei como eu entendi que significava alguma coisa parecida com “Pare, Carruagem da Danação”. No lugar onde ele jogara a moeda apareceu um taxi que parecia ser feito de fumaça. Jaden abriu a porta de trás e entrou com a maleta de meu pai fazendo sinal para que eu entrasse junto. Eu só tinha uma resposta:
-O que está acontecendo?
-Entre logo depois eu explico.
-Explique agora!
-Jack, ficar aqui é perigoso, tem a ver com sua mãe se despeça do seu pai e entre logo no carro!
Seu tom era sério demais então resolvi obedecer, acenei para o meu pai no jardim disse que lhe amava e entrei no taxi. Uma velha esquisita dirigindo o taxi perguntou aonde iríamos e Jaden respondeu que era para um tal de Acampamento Meio-Sangue. Depois percebi que não era uma velha eram três sentadas apertadas em um mesmo banco. Jaden começou a me contar sobre todos os segredos que meu pai guardara de mim até agora. Sobre minha mãe ser Atena, por exemplo. Contou tudo sobre o Acampamento Meio-Sangue e tudo mais, mas eu só comecei a acreditar quando ele começou a abaixar as calças (confesso que nesse momento pensei que ele fosse tarado) e me mostrar suas pernas de bode. Fui muito bem recebido quando cheguei ao Acampamento e comecei a entender melhor tudo de estranho que já acontecera comigo, por exemplo, o fato de eu falar com corujas. Nas férias de primavera conheci todos os meus irmãos do chalé seis e estou aqui no acampamento até hoje 21/05/09. Quando esvaziei a maleta que meu pai tinha me dado encontrei lá coisas que eu adorava. Meu taco de beisebol, alguns áudios-book (não leio livro, pois tenho dislexia), um tabuleiro de War, entre outros. Lá também encontrei coisas que não conhecia como, por exemplo, uma camiseta azul com uma estampa de uma mulher, minha mãe é claro em uma carruagem ao lado de uma oliveira. Atrás da camiseta estava escrito “Chalé 6 Atena” em cima do desenho de uma coruja. Também encontrei um apito na maleta e quando o assoprei minhas sete corujas vieram voando de Washington até o Acampamento e hoje moram num lugar que preparamos a elas no Chalé 6.

Minha vida antes do domingo de Super Bowl

Minha vida era normal antes daquele domingo, na verdade [i] quase [i] normal. Eu não tenho déficit de atenção como os outros meio-sangues (muito tempo depois Quíron me explicou que foi porque eu praticava esportes desde pequeno, assim meus reflexos aumentaram o que me ajuda também em campos de batalha, e desse jeito meu déficit foi reduzido em 99%) o que já me ajuda muito, mas eu tenho dislexia. Então meu pai me colocou em uma escola onde tinha um professor a minha disposição para ler as fichas e provas para mim. Assim não tinha problema e eu ia bem na escola. Sem me achar, melhor que os outros alunos até. Eu tinha muitos amigos, mas o mais confiável era o Jaden. Adorava esportes e era muito bom em beisebol. Adorava áudios-book e jogas de estratégia. Baralho jogava toda semana. Tinha uma rotina cheia, muitas festas e tudo mais. Enfim, era agitado, conversava muito na aula, meu pai era muito rico, eu vivia bem, mas exceto pela falta de meu pai, tudo ficou muito melhor quando vim para o acampamento até o sucesso com as garotas... Mesmo nem tendo tantas da minha idade...

Resumo geral de sua vida(3ª pessoa):

Nasceu em Washington D.C., onde viveu até seus onze anos e meio quando foi para o acampamento meio-sangue.Morava com o pai, um advogado muito rico e tinha 7 corujas como animais de estimação. Desde de pequeno já conversa com elas.É muito esportista e aventureiro. Seu pai e ele viajam muito, principalmente para lugares exóticos como Tanzânia , Ucrânia e Romênia, mas também para lugares como Nova Iorque, Paris e Londres. Seu pai têm uma empresa que vende azeite e azeitonas e com uma ajuda indireta de Atena os alimentos da empresa são maravilhosos. Adora cinema e é muito bom de beisebol. Participou de muitos campeonatos interescolares de beisebol e seu colégio ganhou todos.Adora jogos de estratégia como War, por exemplo e talento para isso. Não evita brigas, mas as faz do modo mais justo possível. Sonha em ser advogado, casar com outra meio-sangue e ter uma família grande.[/justify]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://olympicchronicles.forumeiros.com
 
James Parker - Athena's
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Baixo de "What's Going On" solado - James Jamerson
» Maceo Parker
» A gravação de 'What's going on" (James Jamerson)
» James Guitarras
» James Trussart Steelcaster Bass.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Olympic Chronicles :: Acervo de Biografias :: Biografias . Meio-sangues-
Ir para: