Seja bem vindo ao Olympic Chronicles! O fórum baseado na série Percy Jackson e os Olimpianos, de Rick Riordan.
 
InícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
About

E se os deuses do Olimpo estivessem vivos em pleno século XXI? E se eles ainda se apaixonassem por mortais e tivessem filhos que pudessem se tornar heróis? Segundo a lenda da Antigüidade, a maior parte deles, marcados pelo destino, dificilmente passam da adolescência. Poucos conseguem descobrir sua identidade. Os que realizam essa "façanha", por sua vez, são mandados para um lugar especial: O Acampamento Meio-Sangue, um campo de treinamento, o lugar mais seguro para uma criança semi-deusa, .
Ou pelo menos era, até Cronos começar a planejar sua volta.
O Titã está recrutando novos montros, colocando o mundo em perigo. A profecia está prestes à se cumprir, e Cronos tem um trunfo - ou finge ter - em seu poder : A Caixa de Pandora, feita por Hefesto, e que contém todos os males do mundo.

Escolhas serão feitas, partidos serão tomados. E, o mais importante: a profecia será realizada. 

Melhor visualizado em Internet Explorer

Staff

Ayla

Karol

Luisa
Spotlight

Boy
Boy- noname
lololol


Girl
Girl- noname
lololol


Couple
Couple- noname
lololol


RP
RP- noname
lololol


Post
Post- noname
lololol


Player
Player- noname
lololol
Partners

Para se tornarnosso parceiro, logue coma conta Parcerias e a senha partners, e envie uma MP para Chaos com o button e o link do seu fórum, além de seu MSN. Entraremos em contato.





Fórum CentralAvalonPrisma - a Hogwarts RPG

Compartilhe | 
 

 Digo que meu nome não é Claire Bee. [fechado]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Claire Bee
Meio-sangue
Meio-sangue
avatar

Número de Mensagens : 397
Data de inscrição : 18/06/2009
Idade : 25

MensagemAssunto: Digo que meu nome não é Claire Bee. [fechado]   Qua Jul 29, 2009 1:08 pm

AAAAHHH.

Aulas de equitação.

Eu queria muito sair das tarefas. Bem, eu tinha que cuidar dos cavalos e isso era um tanto esquisito. Não esquisito, mas cuidar de cavalos e ter aulas de equitação não era lá meu forte. Mas diria que eu sou muito competitiva e se aparecesse qualquer pessoa aqui e desafiasse a limpar todas as celas desses animais eu limparia.

Porque? Bem, mesmo sabendo que a pessoa estaria me usando, eu provaria meu limite. E bem, isso era legal porque quando terminava eu podia provar que eu não era uma simples meio sangue que tinha visto sua mãe a muito tempo atrás e que os outros não acreditavam que você pudesse cuidar de cavalos tão bem quando os outros. Tá, isso estava debatendo na minha mente.

Bem, continuando, estava cuidando de um cavalo legal, chamado Pégasus. Ele me parecia cansado ou algo do tipo, mais eu precisava limpar sua cela e etc. e bem, admito que não nasci pra isso, mais posso ser multifuncional. Eu queria que entrasse alguém agora e me dissesse que eu não prestava pra isso.

Provavelmente, eu iria pegar Pégasus e o transformar em um... rei dos cavalos. Bem, eu podia até escovar os dentes dele. Mas não tinha ninguém, só eu e Pégasus. Aula de equitação não era bem o que eu planejava para esse verão - quer dizer, o ano inteiro. Meu pai ia se casar de novo (se lembram?) e ele queria um tempo só pra ele. Ele pode nnao ter dito nessas palavras, mas eu sabia o que ele queria dizer.

Eu suspirei. Bem, seria só eu e Pégasus naquela noite, mas quem liga? Se eu fosse uma filha do mar, podia até bater um papo com chá e colachas com o lindo cavalo branco que eu estava neste momento penteando seus cabelos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gabriel Diederich
Meio-sangue
Meio-sangue
avatar

Número de Mensagens : 1184
Data de inscrição : 16/07/2009

MensagemAssunto: Re: Digo que meu nome não é Claire Bee. [fechado]   Qua Jul 29, 2009 9:05 pm

Tédio. T-É-D-I-O. Nada melhor pra descrever aquele momento do que essa palavra. Todos os quadrinhos e mangás que eu tinha levado para o acampamento eu já tinha lido duas vezes no mínimo, se eu lesse mais uma vez sobre o Kurosaki Ichigo em Bleach eu acho que iria dormir. Aliás, dormir não era má ideia, só que sempre que olhava pela janela, via um céu convidativo a um passeio noturno, além de vários outros meio-sangue brincando pelo acampamento, como se não tivessem nada a se preocupar.

Não vou mentir. Da minha cabeça não saía a história sobre Cronos e os Deuses. Até porque meu chalé não deixava me esquecer um só momento de Ares, meu 'pai', já que era tudo totalmente decorado com espadas, facões e uma cor que lembrava sangue. "Legal..." eu parecia estar num cenário de filme ou coisa assim. Eu sempre tive vontade de pegar uma daquelas espadas pra brincar de espadachim, mas eu mal tinha chegado lá, não queria levar bronca logo de cara. Sem falar que elas eram de mármore, pareciam dar um trabalhão para serem feitas e tal... Acho que se eu danificasse alguma meu pescoço ia rolar.

Resolvi tentar espantar meus pensamentos podres sobre 'desdecorar' meu chalé dando uma volta pelo acampamento. Desde que cheguei, não tive um só momento pra conhecer o lugar, as pessoas, as histórias, os bichos... As mulheres. Só fui apresentado ao meu chalé e à Arena. "Essa gente é fod... fogo. Só porque sou filho de Ares eles acham que é só me apresentar à Arena que eu serei feliz pra sempre. Que preconceito." pensei comigo mesmo quando percebi que eles não iriam me apresentar nenhum local mais. Bom, poderia até ser verdade que na arena eu seria feliz, mas hoje eu estava tão zen e entediado que resolvi conhecer o resto do lugar. Não exatamente os campos de morangos e essas outras coisas totalmente... sem graça, que pareciam ser mais chatas que ficar trancado no chalé, mas sei lá... A quadra, o Arsenal - eu TENHO que ir lá sem falta qualquer dia desses, ver o que essa gente tem por aqui - ou o estábulo, entre outros lugares que parecem ser interessantes aqui, sabe? Coisas que não temos na cidade. Eu já tinha visto tudo aquilo de longe, pela janela, as poucas vezes que saí (a maioria rapidamente), mas nunca entrei pra ver. Guardei meus mangás e revistas todos na mochila e a enfiei novamente embaixo da cama. Eu nunca coloquei nada dentro do armário por diversos motivos;
1) Eu não queria correr o risco de descobrirem que tenho qualquer tipo de relação com Cronos.
2) Se algo falhar, eu não precisava fugir com uma mão na frente outra atrás, era só pegar minha mochila
3) Eu sou desorganizado e estava com preguiça suficiente pra não arrumar nada daquilo.

Saí do chalé com as mãos no bolso, segui com a cabeça baixa o caminho que eu avistava pela minha frente. Olhava as pessoas a minha volta, eles me encaravam mas pareciam ter algum receio de falar comigo. Tudo bem, eu não parecia tão amigável assim e de fato não era, mas de quê adianta tentar? Ser simpático não mata ninguém... HUMPF, só porque sou filho de Ares. Que preconceito. Enfim, cheguei até o estábulo do acampamento. Estava tudo quieto, só com o som dos cavalos que pareciam calmos, mas, olhando melhor, avistei uma sombra. Eu odiava sombras. As sombras que eu via quase sempre significavam coisas ruins, ou seja, bonecos de Cronos.

Me aproximei lentamente, aproveitando o ambiente mais ou menos escuro e vi que era uma menina. Ela acariciava um cavalo, um belo cavalo branco que parecia meio fraco, talvez até pelo cansaço. Continuei chegando mais perto, ela parecia distraída, mergulhada nos seus próprios pensamentos que pareciam leva-la pra longe, então eu não precisei fazer muito esforço para que ela não me visse. Fiquei numa duvida cruel sobre falar ou não falar com ela, eis a questão. Analisando prós e contras, resolvi falar. Coloquei a mão em seu ombro, puxando-o levemente pra trás;

- Olá. - Acho que ela se assustou, mas parecia até esperta, quase virou a mão em mim ainda. - Calma, não precisa me bater. - Sorri e coloquei as mãos na frente por defesa própria. Tá, não era lá novidade pra mim as pessoas se assustarem comigo, ainda mais quando eu chego por trás e falo em um ambiente totalmente silencioso, onde ela provavelmente pretendia ficar sozinha. Pelo menos agora eu já poderia dizer 'putz, pelo menos eu já falei com alguém aqui e não estou totalmente excluído...'. Tudo isso só porque sou filho de Ares, droga. Que preconceito.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Claire Bee
Meio-sangue
Meio-sangue
avatar

Número de Mensagens : 397
Data de inscrição : 18/06/2009
Idade : 25

MensagemAssunto: Re: Digo que meu nome não é Claire Bee. [fechado]   Qui Jul 30, 2009 11:54 am

Eu ainda estava pensando em algo mais ou menos como competições, qual seria o aliado do meu chalé, mas eu via que isso não era muito importante. De certo modo sim, mais o boato está vazando. Querem destruir o acampamento e eu de algum modo estava sozi...!

AAH. Alguma coisa tocou meu ombro, e eu tomei um susto ediondo. Ok, se alguém tentasse me raptar, diria que foi só por causa dos meus pensamentos. Como Quíron disse, os nomes tem força. Mais eu fui detida. Ah, esqueci que eu era fraca. E não tinha nada pra lutar. Eu era uma garota indefesa contra... um meio sangue?

Apertei meus olhos em sua direção... Ah, fala sério! Um meio-sangue. Era isso. Eu acho que era isso. Sabe, ele não parecia algum deus em forma humana nem algo assim. Bem, ele não podia fazer nada contra mim, não é? Eu continuei a escovar Pégasus.

- Não devia ter falado "olá" - dei de ombros, quase que com raiva. - Mas sim desculpas. - disse, colocando a escova para o lado, já que eu ia colocar ração pra ele. Há, eu sabia cuidar de cavalos. - Mas será que tem essa palavra no seu vocabulário? - eu ainda estava com raiva de alguém ter me assustado daquele jeito. Eu queria ter um ciclope aqui - where's Tyson!? - só pra... ah esqueçe. Eu nunca faria isso com alguém.

Olhei pras minhas sujas mãos... eu suspirei. Tinha um espelho - meu espelho inseparável - que eu peguei pra me olhar. Aquele garoto podia ter danificado minha imagem com o choque que ele proporcionou. - Ah sim... oie. - dei de ombros e coloquei o espelho no lugar de novo. Saco de batatas com pernas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gabriel Diederich
Meio-sangue
Meio-sangue
avatar

Número de Mensagens : 1184
Data de inscrição : 16/07/2009

MensagemAssunto: Re: Digo que meu nome não é Claire Bee. [fechado]   Qui Jul 30, 2009 12:23 pm

Andar pela penumbra já não era mais obstáculos tão grandes pra mim, acho que era costume. Quando eu ainda não havia sido arrastado pra esse lugar, eu costumava fazer muito isso pra espiar meio-sangues quando me era designada tal tarefa. Aprendi a ser silencioso mas acho que isso não tinha sido boa coisa a se fazer naquele momento. Ela pareceu que ficou irritada. Tá, não é por menos. Só porque eu sou filho de Ares... HUMPF. Acho que devia esquecer tudo que aprendi fora do acampamento. Tenho que encarar que aqui é outra realidade. Mas ei... Eu saí do Chalé pra desviar meus pensamentos disso, não vou voltar a esse complexo agora.

Ela olhou para mim apertando os olhos pra me enxergar e repreendeu-me; "Não devia ter falado olá, mas sim desculpas." - era uma brincadeira da parte dela, né? Ela se virou parecendo pouco se importar de eu estar ali ou não. O fato é que eu não vou me desculpar, não fiz nada de errado. Se ela estava perdida ali nos próprios pensamentos, naquela hora e sem nem se preocupar com o que poderia vir... por trás? Enfim, a culpa não era minha. Ela sacou um espelho para se olhar. Uh, uma filha de Afrodite? Só podia ser. Não existe nada mais narcizista do que puxar um espelho para se admirar no meio de uma conversa amigável. Ou quase amigável. - "Ah sim... Oie." - Ela colocou o espelho no lugar e voltou a mexer com o cavalo.

Humpf. Se todos os meio-sangues forem assim, acho que prefiro voltar pra casa. Pelo menos as que eu conhecia eram simpáticas - ou grande parte delas pelo menos -. A unica coisa que me prendia ali no estábulo ainda é que a moça era bem bonita - digna de uma filha de Afrodite; legítima sem precisar de DNA -, porque se não já teria mandado-a pro inferno deitar no colo de Hades e saído dali de cabeça quente. Sem falar que ainda que eu saísse dali, o que eu faria? Voltaria pro quarto pra ler Fate Stay Night? E ela? Eu já não sou muito conhecido aqui, se ela ainda saísse espalhando que eu havia mandado ela fazer uma visita pro submundo minha reputação (que reputação mesmo?) ia por água abaixo. Nah, não era uma opção sair dali, de fato.

- Desculpa se eu devia advinhar que você estava mais preocupada com teus pensamentos do que com... o resto do mundo? - fiz cara de idiota e me aproximei, me encostando em uma das celas. - Belo cavalo, não? Que fazes aqui essa hora da noite? Só pra cuidar dele? - Suspendi o interrogatório antes que ela se irritasse com isso. A ultima coisa que eu queria era que ela se irritasse. Passei a mão na crina do cavalo branco, que abaixara um pouco a cabeça. - Uh, rapaz folgado... - continuei com a mão sobre ele, olhando pra ela que cara... Não parecia ter jeito pr'aquilo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Claire Bee
Meio-sangue
Meio-sangue
avatar

Número de Mensagens : 397
Data de inscrição : 18/06/2009
Idade : 25

MensagemAssunto: Re: Digo que meu nome não é Claire Bee. [fechado]   Qui Jul 30, 2009 1:36 pm

Eu instantaneamente me vi imaginando, sentada em uma sala, observando esse garoto com um gavador na mão. Ele aperta pra gravar e começa a dizer "Eu sou mal" e depois coloca o play pra ouvir sua doce voz. Eu estou atrás de um vidro rindo em um banco de madeira. Eu voltei pro cavalo - talvez ele tivesse percebido que eu parei de arrumar o estábulo para checar minha imaginação fértil.

- Minha mente é mais segura do que o resto do mundo. - disse mais pra mim do que pra ele. Bem, minha raiva já tinha desaparecido; quer dizer, não é bem de uma filha de Afrodite guardar rancor, sabs. E nem de Claire Bee guardar mágoas de um simples meio sangue.

- Bem, tive um surto de tédio depois da aula de equitação. - acho que isso explicava até pra mim o que eu estava fazendo a noite cuidando dele. Ah sim, eu não queria muito ser devorada por canibais que soltaram no acampamento. Tá, não eram canibais. Mas... eu queria fazer mais alguma coisa do que ouvir afroditianos discutirem sobre a maquiagem MAC, ou que seus cabelos precisavam de uma hidratação de chocolate - o que me lembrava que meu cabelo precisava tomar um banho de xampú e condicionador.

- Eu sou a... - hesitei alguns segundos em falar meu nome. Eu queria pregar uma peça nele, como vingança de que ele tinha me assustado. - Alison Fordding. - disse sériamente, e ok, Alison Fordding era engraçado, e era o primeiro nome que veio na minha cabeça.

Estava quase terminando de cuidar inteiramente dele, mas ainda não queria ir para o chalé. Queria... fazer alguma coisa hoje. Mas não tinha muitas coisas pra fazer com um cavalo e um garoto do meu lado. Bem... eu não ia dar um soco na cara dele - que não causaria dano algum - só pra fazer alguma coisa hoje.

Eu ri, quando ouvi alguém vindo. Não eram bem passos... ah, que se dane. Não era ninguém. Devia ser pessoas como ele, querendo assustar uma garotinha. Risos. Ah, não, mais pessoas querendo se tornar.. malvadas? Tipo.. como esse garoto. Eu gargalhei, bem, solitariamente. Devia ter assustado o garoto, o que duvido. Só deixei que eu era... louca. Acho que era isso que ele pensava de mim. E ele não era dumalfromhell666ducapeta, nem seu rostinho - bonito - deixava transmitir isso.

Ele precisava de alguém para ensiná-lo a fazer cara de mal.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gabriel Diederich
Meio-sangue
Meio-sangue
avatar

Número de Mensagens : 1184
Data de inscrição : 16/07/2009

MensagemAssunto: Re: Digo que meu nome não é Claire Bee. [fechado]   Ter Ago 04, 2009 10:02 pm

Ela se apresentou como Alison Fordding. Além de enroloar bastante pra falar, parecia estar pensativa. Esquecer o próprio nome era a prova concreta disso e o que me faltava, pra quê espécie de "acampamento" estranho - e com pessoas estranhas - eles haviam me mandado? Pelo menos eu conseguiria responder meu nome sem pensar cinco vezes, ao contrário dela. Aliás, até pensei em fazer mais perguntas a ela naquele momento, mas fiquei receoso de acabar ficando a noite inteira esperando ela tentar lembrar a idade e de onde veio, nunca se sabe.

"Minha mente é mais segura do que o resto do mundo". Ela pigarreou tanto pra ela - talvez até mais pra si mesma - quanto pra mim. Disse isso de forma reflexiva e, realmente; foi profundo. Ela devia escrever um livro. Acho que só não me fez refletir porque eu estava ocupado demais imerso nos meus próprios pensamentos (apesar de não tanto quanto ela); pensando nela numa sala, sentada numa cadeira, com um espelho na mão repetindo 'Ah Alison... Como és inteligente, como és forte, como és boniiita... Eu te pegaria! Aliás, te pegaria duas vezes! Não, três!' para si mesma. Se eu fosse o espelho, mandaria ela calar a maldita boca cheia de dentes de tanto que deves se fazer essa auto-afirmação.

Ela afundou-se novamente nos próprios pensamentos e eu resolvi novamente tomar a iniciativa do diálogo, antes que um silencio constrangedor dominasse o ambiente.

- Hm.. Prazer, eu sou Gabriel. - estendi a mão em sua direção, esperando um gesto recíproco que demonstrasse pelo menos um pingo de educação da parte dela, mas nããão, ela tinha que complicar tudo. Ela riu DO NADA. Não estou mentindo, caros amigos, eu não fiz absolutamente nada. O cavalo também permaneceu imóvel com a risada dela e eu não ouvia nada ao meu redor além da sua gargalhada ecoando pelo estábulo. Acho que ela era realmente louca. Ou ainda não havia despertado pra ver que eu estava lá, na verdade, parecia mais que queria que eu vazasse dali o mais rápido possível para poder viajar sozinha. Quer dizer, ela e Pégasus. Vai dizer que ela preferia ficar na compania de um cavalo? Blé, melhor sanar algumas dúvidas antes de tirar conclusões precipitadas. - Algo engraçado? - Sorri junto a encarando. Ainda com a mão esticada, feito um idiota.

"Acho melhor pegar na minha mão agora mesmo ou se não eu..." Não iria fazer nada, admito... Pensamentos inúteis.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Claire Bee
Meio-sangue
Meio-sangue
avatar

Número de Mensagens : 397
Data de inscrição : 18/06/2009
Idade : 25

MensagemAssunto: Re: Digo que meu nome não é Claire Bee. [fechado]   Seg Ago 17, 2009 1:55 pm

Tudo bem eu ter dado uma de maluca na frente de Gabriel, e ter mentido meu nome. A única coisa que eu consegui fixar na mente dele era: eu era um idiota. Se bem que eram o que quase todos pensavam, uma patricinha louca. Mas, veja bem: todo mundo é louco, eu só estou fazendo a minha parte e assumindo. Eu tinha temrinado tudo, mas ainda nnao queria ir dormir. Eu suspirei com um sorriso e encostei. - Prazer, Claire Bee. - disse desmintindo Alison Fordding. Se bem que Alison é um nome muito legal, eu acho. Enfim, me senti uma total idiota falando Alison Fording. Ah, que tonta!

Eu não queria dar uma má impressão de minha pessoa, apesar da fase "primeira impressão" já ter passado. Queer dizer, nnao ligo muito sobre, mas... por favor, Gabriel era muuito lindo. Ter uma mea impressão de um gato daqueles era a mesma coisa que.. ficar sem arrumar o cabelo por 6 meses. Sim, caros afrodite's kid, 6 MESES! Imagina a inhaca. Eu estendi minha mão pra ele, e de início, eu mesma nem tinha percebido nisso. - Pois bem, nada. Algo que me veio a cabeça. - disse apertando nossas mãos aah, gzuis, a mão dele era tão.. forte! e dando de ombros.

Eu sorri quase que iluminosamente. As vezes eu fazia isso quando me empolgava. Nossa, eu realmente era estrúxula: devia nem se quer ter nascido. Bem, eu não costumava ser tão pessimista quanto em relação das pessoas, mas eu acho que eu já marquei ele com a impressão de "bobo alegre". Abaixei minha cabeça, que na verdade, fiquei olhando as formigas + feno + sujeira no chão. Mexi com o pé. Dei só mais uma olhada pra ele, pra ver se ele não tinha ido embora ou algo assim.

Eu cansei de ficar mexendo os meus pés para matar formigas inocentes. Como fiz ele, tentei quebrar o silêncio absoluto entre nós. - A quanto tempo está no acampamento? Você parece novo aqui. - perguntei com um leve sorriso nos lábios, mas os fazendo desmanchar nogo depois. Comecei a mexer no botão da minha camiseta xadrez azul. Meu traje estava completamente country: botas escuras de camurça, camisetas xadrez de manga comprida, e calças jeans escuras.

Balançei meu pé. Incrível como eu era hiperativa. - Sabe, o primeiro verão não é tão legal, pois você não conhece muitas pessoas. Mas vai ficando mais divertido. - tentei dar uma de "campista" que da dicas de como ser pessoas melhores e tals, e ainda conseguir que elas respeitem o meio ambiente, não jogar latinhas de coca cola pelo vidro do carro a ameaçando com coisas bobas.

Me lembro do meu primeiro dia no acampamento meio sangue: tinha uma menina (memória fraca mode on) que me mostrou todo o acampamento, e ainda ficou comigo todo o verão. Mas ela teve que se mudar para Denver, e ficaria muito longue pra ela do acampamento. Mas eu nnao sei o que aconteceu com ela; Não peguei seu telefone. Mas podia fazer uma ligação de Íris, ou algo do gênero.
Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gabriel Diederich
Meio-sangue
Meio-sangue
avatar

Número de Mensagens : 1184
Data de inscrição : 16/07/2009

MensagemAssunto: Re: Digo que meu nome não é Claire Bee. [fechado]   Seg Ago 24, 2009 8:31 pm

- Prazer, Claire Bee. - Disse Alison (cuma?) apertando minha mão... Novamente... Cuma?

Claire...? Mas hein?! O quê aconteceu com a Alison? Tsc, qual é dessa menina? Afim de brincar comigo, dupla personalidade ou coisa do tipo? Humpf, tenho cara de idiota? Se ela soubesse quem sou eu... Me peguei pensando no que eu estava fazendo ali pela milésima vez... Mas dessa vez até que nem deu tanto tempo de refletir, ela mudou completamente - não só o nome - a postura num piscar de olhos. Quero dizer, a menina que até agora estava desejando que eu saísse dali o mais rápido possível já estava mais amigável e... Bipolaridade. Com certeza. Não sou psicólogo ou coisa do tipo mas... Era um caso berrante.

Ela fez até que muita questão de apertar minha mão, me surpreendi. Mas não só com o aperto de mão não, seguiu dela um sorriso que... hm, tá, ela tinha um sorriso lindo, sem falar do resto do corpo e o rosto lindo, parecia uma criança. Enfim, um sorriso que quase me deixou cego. Talvez com um pouco de exagero aí no meio.

- Pois bem, nada. Algo que me veio a cabeça. - Bom saber que não era de mim que ela estava rindo... Porque eu juro que não tinha falado meia dúzia de palavras com a menina... - A quanto tempo está no acampamento? Você parece novo aqui... - Puxa vida, até que enfim alguém sacou. - Sabe, o primeiro verão não é tão legal, pois você não conhece muitas pessoas. Mas vai ficando mais divertido. - Hm, dicas de veteranos, que maravilha.

Aliás, por falar em dicas, ninguém nunca me apresentou o maldito acampamento, não existem os veteranos ou sátiros ou centauros ou seja lá mais qual bicho estranho e deformado por aqui? Custava falar aonde ficava cada coisa? Humpf.

- Claire... Claire Bee? Bipolaridade é? Enfim, mande lembranças a Alison, diga que foi um prazer conhece-la. - Soltei um pequeno sorriso, ainda meio recioso, escondendo-o logo depois. Ela poderia estar me fazendo de idiota o tempo todo... ou não. Minha vontade de ir embora e deixa-la ali para levar um coice (ela não tinha a MÍNIMA noção de como lidar com cavalos, sério. Se eu fosse um já teria comido um botão da blusa dela. Claro, sem segundas intenções, longe de mim. hehe.) ainda existia, mas acho que Claire estava conseguindo abafa-la fazendo com que eu ficasse mais tempo, afinal, eu não estava com pressa. Não tinha absolutamente NADA pra fazer. - Estou no acampamento a... - Parei por um instante... Raciocinei e... Bom, não lembro. 2 dias? 3? Desisto. 1x0 para minha memória de peixe. - ...Alguns... dias. Mas muito obrigado pelos conselhos. Tenho certeza de que serão úteis... - Mesmo que eu não pretendesse realmente voltar pra cá se um dia for autorizado pelos capangas do tio lá a sair... - E quanto a você Claire traço Alison? Já está aqui a muito tempo? Aliás, devo te chamar por qual das duas personalidades? - Sorri novamente.

Nunca fiz questão de ser simpático, só quando me era ordenado, ou seja, só fora do acampamento até então. Acho que aquele lugar estava fazendo brotar uma veia simpática, que estava se fixando no meio da veia de mentira e a de sedução e... ... ... ... Nãããããão... Acho que eu só estava de bom humor mesmo. Ou entediado. Ou deslocado... Que seja. Não importava.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Claire Bee
Meio-sangue
Meio-sangue
avatar

Número de Mensagens : 397
Data de inscrição : 18/06/2009
Idade : 25

MensagemAssunto: Re: Digo que meu nome não é Claire Bee. [fechado]   Seg Ago 31, 2009 4:52 pm

Nunca tive ódio profundo de pessoas sarcásticas. Apesar do sarcásmo e do cinismo andar juntos, pessoas sarcásticas e cínicas eram totalmente diferentes. Mas, apesar de Gabriel apresentar qualquer um desses sintomas, não me senti incomodada. Pelo contrário, eu só ri e dei de ombros. Apesar de ter ficado com palavras... desconfortáveis na ponta da língua, decidi-me ficar calada, a não ser que ele quisesse se formar em psicologia em Harvard e quiser me examinar pelo meu excêntrico caso de bipolaridade.

- Enfim, se não percebeu, era uma brincadeira. - revirei os olhos e disse, e pode soar até como ignorante, mas foi só um comentário. Ok, as vezes as pessoas conseguem ser irritantes mesmo com o óbvio.

Eu respirei fundo, ouvindo receosamente os dias que ele não sabia a quantos estava no acampamento. Era um pouco estranho, e pelo seu humor - negro - diria que ele era um filho de alguém muito, mais muito folgado e que não tinha compromisso algum em ser simpático com alguém. Se bem que eu não gosto de rotular muito, mas, se aquele menino era parecido com o (suposto) pai, ah se era. Se bem que eu nunca vi Ares mesmo, então, pelos rumores, só podia ser isso.

- E quanto a você Claire traço Alison? Já está aqui a muito tempo? Aliás, devo te chamar por qual das duas personalidades? - ele sorriu. Desviei meu olhar para a escuridão antes de responder, e depois sorri somente com os lábios que depois que havia me levantado, desapareceram.

Eu já tinha terminado tudo. Eu queria ir dormir, ou descansar, mas parecia que ficar ali conversando e ser taxada de olouca barra bipolar era realmente muito mais legal. - Eu, Claire, já estou aqui há um tempo. 9 anos, exatamente. - hoho, será que devia acrescentar que eu nunca, nunca mesmo havia matado um monstro ou algo do gênero? Bem, havia chegado ao topo da parede de escalada.

O que o cavalo precisa mais? Já havia limpado a bainha, havia escovado seu pelo, que agora estava brilhando... eu tentei imaginar pégasus com o casco pintado de rosa e cheinho de trancinhas no "cabelo". Ah, cavalo com cabelo frisado era o máximo!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Digo que meu nome não é Claire Bee. [fechado]   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Digo que meu nome não é Claire Bee. [fechado]
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» oo verdadeeiro nome doo Bill
» Duas bandas (ou mais) com o mesmo nome.
» Sugestão de nome para banda Gospel.
» Como se faz um registro de nome de banda?
» Significado do nome Tom

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Olympic Chronicles :: Acampamento Meio-Sangue :: Estábulos-
Ir para: